Imóvel novo ou usado, qual comprar?
Voltar para o blog

Imóvel novo ou usado, qual comprar?

Chegou o momento de realização do sonho de comprar a sua casa própria, mas você está em dúvida entre adquirir um imóvel novo ou usado? Não se preocupe, o tema do blog de hoje ajudará você a ver os prós e contras de cada um!

Na maioria das ocasiões, quando ocorre a decisão de realizar a compra de um imóvel, logo se pensa em adquirir algo novo, nunca usado, para decorar do seu jeito e encher o local das energias que só você possui! No entanto, um imóvel usado também tem suas vantagens! Por outro lado, nas duas opções, há também algumas desvantagens que você deve considerar no momento da sua escolha. Vamos falar sobre elas a seguir: 

Vantagens de adquirir um imóvel novo

 

  • Facilidade no pagamento: ao adquirir um imóvel ainda em construção a forma de pagamento é facilitada, havendo maior prazo para organização com suas finanças; 
  • Valorização do imóvel: se por ventura, após a compra, você desejar vender o imóvel, a valorização de um imóvel novo é bem maior do que um usado;
  • Sem preocupações com reformas: com a compra de um imóvel novo você não terá dores de cabeça, considerando que foi construído recentemente. 

 

Desvantagens de adquirir um imóvel novo

 

 

  • Atraso na entrega: como sabemos, obras podem causar alguns transtornos, o que pode interferir de maneira significativa no prazo de entrega do imóvel;
  • Falta de visualização do projeto final: embora você vá ter acesso às plantas do empreendimento, por vezes é difícil prever como ficará o imóvel fisicamente após o término da construção.

 

Vantagens de adquirir um imóvel usado

 

  • Espaço amplo: geralmente, os imóveis mais antigos possuem peças maiores, sendo uma ótima opção para quem quer mais espaço ou tem uma família grande; 
  • Preços mais atraentes: se o imóvel estiver à venda há mais tempo, bem como em razão da idade da construção, o preço tende a ser mais baixo do que um imóvel novo. 

 

Desvantagens de adquirir um imóvel usado

 

  • Falta de preparação para tecnologias: os imóveis mais antigos não possuem tantas tomadas e pontos de luz para utilização dos aparelhos tecnológicos que hoje temos a nossa disposição;
  • Estado de conservação: pode ser necessária uma reforma para que você possa habitar o imóvel; 
  • Financiamento: caso você pretenda financiar o imóvel, é necessário que toda a documentação esteja correta, podendo haver alguns percalços neste quesito. 

Percebeu como há prós e contras de ambas as opções? Para fazer sua escolha, basta pensar quais são suas preferências e verificar qual dos imóveis será mais útil para você e sua família. 

 

FIQUE ESPERTO

 

Para evitar problemas na compra de imóvel e estar seguro em relação a sua escolha, nos procure para que possamos auxiliá-lo com todos os trâmites e orientá-lo da melhor forma para a realização do seu sonho! 

Outros posts

  1. Riscos do aluguel direto entre locatário e locador

    Riscos do aluguel direto entre locatário e locador

    Você já deve ter ouvido falar de pessoas que optam locar um imóvel diretamente com o proprietário, sem a assistência de uma imobiliária especializada. Muitas vezes dita preferência visa diminuir os cu...

  2. QUEM PAGA O IPTU? LOCADOR OU LOCATÁRIO?

    QUEM PAGA O IPTU? LOCADOR OU LOCATÁRIO?

    Novo ano, novas responsabilidades. Com o início de um novo ano, sabe-se que logo, logo, iremos nos deparar com a cobrança do IPTU (Imposto sobre Propriedade e Predial e Territorial Urbano).  ...

  3. Locação para temporada

    Locação para temporada

    Além das espécies de locação usuais (residencial e não-residencial), a Lei de Locações abriga outra modalidade locatícia, a locação para temporada, regulada pelo art. 48 da Lei 8.245/91, que se volta...

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência.

Imobiliária Cruzeiro

(55) 99972-6245